domingo, 17 de junho de 2012

HOJE É DOMINGO, PEDE CACHIMBO

HOJE É DOMINGO

“Hoje é domingo pé de cachimbo, o cachimbo é de barro bate no jarro , o jarro é fino bate no sino, o sino é de ouro bate no touro , o touro é valente , bate na gente a gente é fraco cai no buraco ,o buraco é fundo”
Hoje é domingo,  pé de cachimbo. Uma manhã bonita de sol. Como de costume, fui dar a minha caminhada, com a mulher, a filha e o Oscar, o cachorro amigo. Aliás, o cachorro. Pleonasmo falar cachorro amigo. Fala-se amigo quando nos referimos às pessoas. Eles, os cachorros,  são sempre amigos.
Pois bem. Comecei a prosa com o inicio de um verso da infância que dizia : “hoje é domingo, pé de cachimbo”.... Você como eu, deve ter tido muita dificuldade para imaginar com seria um pé de cachimbo. Tô certo ou tô errado? Seria desatenção da nossa parte com o dia a dia, com a falta de pensar, respirar, raciocinar... Pé de cachimbo?
Talvez, ou com certeza, o autor do verso tenha escrito: Pede cachimbo-(verbo pedir).

Vamos falar da caminhada? Já estou falando. Vejam o que encontrei pelo caminho: Um Manacá da Serra florido, lindo de viver. Opção excelente para o paisagismo urbano por não apresentar raízes agressivas, permitindo seu plantio em diversos espaços, como na calçada onde este foi fotografado.
Quase no final da caminhada, o OSCAR pediu água. Paramos para atender o seu pedido exatamente nesta propriedade com esta placa na entrada.
Bem, vamos encerrando o passeio por hoje. Tenham um bom domingo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário